O Chef

[O Chef][bleft]

Onde Ficar

[Onde Ficar][threecolumns]

Últimas Notícias

[Notícias][bsummary]

Cinco homens e um vinho

Em 2004, a paixão pelo vinho uniu cinco amigos brasileiros que se associaram para abrir uma vinícola na Argentina, para a produção de vinhos de alta qualidade.


A linha de vinhos da Penedo Borges.
Por: Miguel Brusell
Fotos: Gabriella Simões


Em 2004, a paixão pelo vinho uniu cinco amigos brasileiros que se associaram para abrir uma vinícola. O local escolhido para se produzir o vinho foi em Luján de Cuyo, em Mendoza, na Argentina, um dos mais prestigiados distritos vinícolas da América do Sul, com condições ideais para a produção de vinhos de alta qualidade.


A direção técnica da vinícola ficou a cargo de um dos sócios, o professor Euclides Penedo Borges que também é engenheiro, enófilo, dedicado ao estudo do vinho há 30 anos e dirigente da Associação Brasileira de Sommeliers. O resultado desta equação é a produção, em pequena quantidade, de um vinho de qualidade excepcional, batizado com o nome do criador, Penedo Borges.



Para apresentar em Salvador este vinho produzido na Argentina, que tem a paixão brasileira como o combustível, a ASA Gourmet, responsável pela sua comercialização, reuniu no restaurante Pereira proprietários de restaurantes, chefs de cozinha, maitres e sommeliers para uma degustação harmonizada com pequenas porções de pratos indicados para cada tipo da bebida.

Para o professor Euclides, para se fazer um bom vinho é preciso técnica e arte. “Mágica não é. Eu diria que tem um pouco de arte e um pouco de técnica. O que tem de arte é o fato de se espelhar em alguns costumes das pessoas que vão consumi-lo. Eu, por exemplo, me espelho no costume brasileiro de gostar de vinhos tintos condimentados, pra fazer os da nossa propriedade”, revela.

Entre os diversos tipos de vinhos produzidos, destaque para o branco Chardonnay, o Rose Malbec, e os tintos Malbec Reserva, Malbec Gran Reserva e o Malbec Icono, que é top de linha, com a produção de apenas 3 mil garrafas por ano. “Todo produtor de vinhos tem que ir nos seus limites, saber qual é o máximo que pode chegar”, acredita João Carlos Tourinho Dantas, um dos sócios da Finca Otaviano, onde são produzidos os vinhos Penedo Borges.

Em 2008, depois de três anos trabalhando pelo equilíbrio dos vinhedos e entendimento das plantas que nós tínhamos, chegamos a conclusão que estávamos preparados para produzir um vinho de alta qualidade e lançamos o Icono”, completa.


Restaurante Pereira promove quinzena Penedo Borges

Após a realização da palestra técnica de Euclides Penedo Borges, o restaurante Pereira faz nova parceria com a vinícola argentina e promove a “Quinzena Penedo Borges”. Até o dia 30 de julho, o restaurante estará com um cardápio especial de harmonização, combinando três dos seus pratos com três vinhos do portfólio Penedo Borges a preços diferenciados.

Sugeridos por Euclides, os pratos são o Risoto de Camarão e Polvo, para o Penedo Borges Chardonnay; a Picanha Argentina Wessel, para o Penedo Borges Malbec Shiraz; e o Carré de Cordeiro ao Vinho Tinto, para o Penedo Borges Malbec Reserva, que acaba de ser indicado pela Revista Gula, como um dos “100 rótulos que valem a pena beber”. A revista também indica o Rosé Malbec 2010 no mesmo ranking.
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Sua opinião é muito importante para nós.


Degustei

[Degustei][grids]