O Chef

[O Chef][bleft]

Onde Ficar

[Onde Ficar][threecolumns]

Últimas Notícias

[Notícias][bsummary]

Milho é o tema do VIII Seminário do Museu da Gastronomia Baiana

Este ano, a programação contará ainda com um jantar temático, tendo o cereal como a estrela dos pratos.

Milho, o cereal das Américas.
Colaboração de texto: Délia Coutinho/Fecomércio Ba

Milho: o cereal das Américas é o tema do VIII Seminário do Museu da Gastronomia Baiana, a ser promovido pelo Senac Bahia, no dia 19 de agosto, das 13h às 18h, no complexo Senac Pelourinho, que sedia o museu. Culinaristas, chefs de cozinha, nutricionistas, estudantes da área e demais interessados em gastronomia e cultura constituem o público alvo do evento, cuja proposta é a de valorizar a culinária local e suas matérias-primas.

O curador do seminário, o antropólogo e museólogo Raul Lody, comenta que o milho forma os sistemas alimentares tradicionais dos povos americanos, do Brasil e, em especial, da Bahia.  “As suas interpretações nos processos culinários, seus significados nas mesas do cotidiano, nas receitas das comidas das festas e nos cardápios devocionais e religiosos marcam rico acervo de receitas, de tecnologias culinárias, de representações de povos e de civilizações”, explica o estudioso da gastronomia. Participarão dos debates em torno do milho, professores da área, chefs de cozinha especializados, pesquisadores, estudantes de gastronomia e jornalistas.

Jantar temático - esta edição, pela primeira vez, será incrementada com uma nova programação gourmet: o Jantar no Museu: um cardápio de milho e cultura, no dia 21 de agosto, às 19h, no restaurante Senac Pelourinho. O menu contará com pratos preparados com diferentes variedades de milho oriundas das culinárias do Peru (entrada fria), México (entrada quente), Brasil (prato principal) e Chile (sobremesa). Os chefs Caco Marinho, Augusta Barnuevo, Cristian Gonzalez e Elmo Alves (Senac Bahia) apresentarão cada um dos pratos desenvolvidos por eles aos comensais presentes. As vagas são limitadas e os convites já podem ser adquiridos.

Realizados desde a criação do Museu da Gastronomia Baiana, em 2006, os seminários têm como foco discutir a culinária como um patrimônio imaterial da cultura da terra. Suas edições anteriores já debateram a relação entre a gastronomia e as identidades culturais (2007); o dendê e a cultura baiana (2008); a doçaria tradicional brasileira (2009); as rotas gastronômicas, o turismo e alimentação (2010); as receitas tradicionais da Bahia (2011), a farinha de mandioca (2012) e o comércio e o consumo tradicional (2013).

Programação:
1- 13h Credenciamento
2- 14h Abertura – Direção Senac e curador Raul Lody
3- 14h10 - Apresentação do documentário “Cocina Tradicional Mexicana”
4- 14h20 - Painel 1:  Milho: um cereal nas mesas do mundo:
- Jason de Oliveira Duarte (Embrapa Milho e Sorgo), Economista, com Doutorado na Agricultural Economics, University Nebraska (2001), pesquisador III Embrapa, atuando em indústria de sementes, transgênico, custos e transação,  e  economia industrial.
5- 15h   - Painel 2: Milho, nutrição e saúde:
- Lilian Lessa: professora da Enufba, mestre em nutrição, e doutoranda em difusão do conhecimento.
- Antonio Andre Lino (depoimento)
6- 15h25 -   Painel 3:  Comidas de milho na Bahia:
- Alunos de gastronomia da Ufba
- Elmo Alves: instrutor do Senac, graduado em história pela UCSal
- Ramon Simões: gestor ambiental; chef do Armazém do Reino, onde elabora a “culinária viva gourmet”.
- Odilon Braga (mediação): cozinheiro profissional e professor da Ufba. Mestre em alimentos, nutrição e saúde Enufba
- 16h20 -  Painel 4: Milho, biodiversidade e preservação das espécies “crioulas” da Bahia:
- Fernanda Cabrini: representa o Slow Food na Bahia; pesquisadora de agrofloresta, preservação de solo, e etnogastronomia.
- Marcelo Terça-Nada: membro do conselho do Slow Food Brasil; designer com foco em sustentabilidade e comércio justo.
- Marcus Breuss: graduado em ecologia de paisagens pela Universidade de Biociências e Recursos Naturais (Viena), especialista em agricultura familiar em comunidades tradicionais.
- 17h05 -   Painel 5: Milho e cozinhas latino-americanas: (50 min.)
- Augusta Barnuevo (Cozinha peruana): nascida em Chiclayo, Peru, tem experiência em cozinha internacional, e, desde  2010, está à frente da Pousada da Vitória.
- Caco Marinho (Cozinha mexicana): chef paulista com experiência internacional, e esta à frente dos restaurantes DOC Casual Dinning e EL Caballito.
- Cristian Gonzales (Cozinha chilena): bacharel em gastronomia (UFBA), e sommelier pela Wine Academy (Portugal), e professor de gastronomia do CEEP.
- Daniela Castro (mediação): jornalista especialista em cultura e gastronomia, mestre em cultura e sociedade (Ufba),  assina o blog “Pimenta e Cominho”.
- 17h55  Encerramento
- 18h Celebração: Milho, uma celebração de sabores.

Serviço:
VIII Seminário do Museu da Gastronomia Baiana
Quando: 19 de agosto, das 13h às 18h
Jantar no Museu: um cardápio de milho e cultura
Quando: 21 de agosto, às 19h
Onde:  Senac Pelourinho
Inscrições: R$ 40,00 (seminário)  / R$40,00 (jantar)
R$ 80,00 (seminário incluído jantar especial)
Locais para inscrições: unidades Senac do Pelourinho, Casa do Comércio e Pituba. As vagas são limitadas.
Mais informações: 3186-4000

Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Sua opinião é muito importante para nós.


Degustei

[Degustei][grids]