O Chef

[O Chef][bleft]

Onde Ficar

[Onde Ficar][threecolumns]

Últimas Notícias

[Notícias][bsummary]

All Saints harmoniza vinhos da Igneus Mas em noite Enogastronomica

Com uma harmonização perfeita com os pratos do Restaurante All Saints, a Viníssimo Importadora acrescentou à sua carta, na segunda (29), três vinhos da vinícola Vinyes de Coster Igneus Mas, da Espanha.
.                                                                       Imagens: Gabriella Simões


Reportagem: Miguel Brusell

Para hormonizar com o branco, o Chef Sandro do All Saints, serviu de entrada os tradicionais Bolinhos de Bacalhau portugueses e um polvo assado à galega. O primeiro tinto da noite foi servido com um bacalhau à portuguesa, mas com perfume da Espanha, e o segundo foi servido com Um filé com polenta ao molho de vinho tinto Barranc.


Segundo o escanção português, José Santanita, o objetivo da noite era mostrar as possíveis variações de sabores conseguida com a mistura dos vinhos espanhois e as culinárias espanhola e portuguesa. “O vinho é vivo e sofre transformações. Para se fazer uma boa harmonização preciso compreender que ele sofre variações a depender do alimento que o acompanha”, revela.

Segundo o escanção português, José Santanita, o objetivo da noite era mostrar as possíveis variações de sabores conseguida com a mistura dos vinhos espanhois e as culinárias espanhola e portuguesa. “O vinho é vivo e sofre transformações. Para se fazer uma boa harmonização preciso compreender que ele sofre variações a depender do alimento que o acompanha”, revela.

A noite também teve a presença do espanhol Miguel Terrado, um representante da Igneus Mas. “Estamos trazendo vinhos produzidos em Priorato, que fica um pouco acima de Barcelona. Fomos os pioneiros no cultivo de vinho orgânico na região e estamos bastante contentes por ter conseguido produzir vinhos de alta qualidade, com preços acessível para todos”, acredita.

O branco seco Barranca Del Clossos é produzido em um vinhedo com 45 anos, com 50% de uvas Macabeo, 30% Gamacha Branca e 20% de Pedro Ximenes colhidas manualmente. Teve a fermentação em 15 dias, em temperatura de 15ºC e permaneceu 3 meses em barricas francesas Allier. O resultado é um vinho de cor amarela palha brilhante, com aromas de frutas brancas, florais e cítricas e um leve toque de carvalho tostado.

Na boca o vinho mostra acidez refrescante, corpo médio, boa fruta, boa persistência e é agradável ao olfato. A versão Negre do Barranc é feito com 70% de uva Garnacha Negra, 25% Carinyena e 5% Merlot. A vinificação foi feita em vinícola com mais de 30 anos, fermentação de 25 dias, em temperatura de 26ºC, sem filtragem e clarificação, o vinho passou 3 meses em barrica francesa Allier.

Após este processo, o vinho ficou vermelho rubi intenso, com aromas de frutas escuras, com notas florais e fino carvalho tostado. Na boca proporciona uma sensação equilibrada e fresca, com boa fruta, agradável persistência, sendo um vinho elegante. O tinto seco Igneus Mas é um vinho orgânico, vinificado com 70% de uvas Garnacha Negra, 20% Carinyena, 7% Cabernet Sauvignon e 3% de Syrah.

Foi vinificado em vinhedo com mais de 35 anos, com as uvas colhidas manualmente, fermentado em 25 dias, em temperatura d 26ºC e permaneceu 6 meses em barrica francesa Allier. É um vinho rubi escuro, com reflexos púrpuras, aroma de fruta escura em compota, florais, especiarias, chocolate, tostado. Intenso e concentrado na boca exibe equilíbrio e longa persistência.

Com uma harmonização perfeita com os pratos do Restaurante All Saints, a Viníssimo Importadora acrescentou à sua carta, na segunda (29), três vinhos da vinícola Vinyes de Coster Igneus Mas, da Espanha. Foram degustados pelos presentes o branco seco Barranca Del Clossos Blanc 2009, PÑ 89; e os tintos secos Barranc Dels Clossos Negre 2009, RP 91 (2007) e Mas Igneus FA-206 2008.
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Sua opinião é muito importante para nós.


Degustei

[Degustei][grids]